Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página
Poligonal da Coopera
Este projeto tem como objetivo principal atrair novas indústrias e empresas para a região onde a COOPERA distribui energia elétrica, trazendo mais desenvolvimento, empregos e arrecadação de impostos em um curto espaço de tempo.

municípios que compõem
o poligonal

Municípios que compõem o poligonal
  • CRICIÚMA

    CRICIÚMA

    • Cidade Polo do Sul Catarinense;
    • Estrutura de cidade grande com tranquilidade de cidade pequena;
    • Cultura Diversificada: colonização por 5 etnias;
    • Cidade Universitária;
    • Economia Diversificada.

  • NOVA VENEZA

    NOVA VENEZA

    • Gastronomia;
    • Colonização Italiana;
    • Pontos turísticos:
      Barragem,
      Casa de pedra,
      Gôndola;
    • Polo agroindustrial.

  • FORQUILHINHA

    FORQUILHINHA

    • Cidade de colonização alemã;
    • Pontos turísticos:
      Parque ecológico,
      Igreja matriz,
      Praça coberta.

VANTAGENS PARA OS MUNICÍPIOS:

  • Aumento da movimentação econômica da região
  • Aumento da geração de empregos
  • Aumento de arrecadação ICMS/ISS
Atratividades para empresas

Energia elétrica com a melhor relação custo/benefício

Condição de suprimento de energia
Subestação CVO
Subestação FSC
Santa Cruz
Forquilhinha

FONTE DE ALIMENTAÇÃO

BAY'S FHA
230kv
Rede básica

LINHA DE DISTRIBUIÇÃO

69kv
CVO e FSC

CENTRO DE OPERAÇÕES COOPERA

QUALIDADE NO SERVIÇO

A SEGUIR ESTÁ DISPONIBILIZADO UMA COMPARAÇÃO DO TEMPO DE ATENDIMENTO A UMA OCORRÊNCIA EMERGENCIAL ENTRE A COOPERA E A CONCESSIONÁRIA DO ESTADO DE SANTA CATARINA.

AS DISTRIBUIDORAS SÃO AVALIADAS PELA AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL ATRAVÉS DOS INDICADORES QUE SÃO DISPONIBILIZADOS FREQUENTEMENTE A MESMA.

  • A COOPERA leva, em média

    80,89 MINUTOS,
    para solucionar uma falta de energia,

    ou seja, apenas UMA HORA E VINTE MINUTOS, desde o momento que o consumidor registra a reclamação via o 0800-725-7725 até o retorno da energia.

  • COOPERA:
    Tempo médio de deslocamento: 16,55 minutos
    Tempo médio de preparação: 16,84 minutos
    Tempo médio de execução: 47,50 minutos

  • A concessionária leva, em média

    266,81 MINUTOS,
    PARA SOLUCIONAR UMA FALTA DE ENERGIA,

    ou seja, QUATRO HORAS E VINTE E SEIS MINUTOS,desde o momento que o consumidor registra a reclamação até o retorno da energia.

  • CELESC:
    Tempo médio de deslocamento: 33,78 minutos
    Tempo médio de preparação: 167,08 minutos
    Tempo médio de execução: 65,95 minutos

A coopera é 3x mais rápida

Fonte: aneel.gov.br

O que está por vir

NOVA SUBESTAÇÃO
EM CRICIÚMA
PREPARAÇÃO PARA O FUTURO, GARANTIA DE ENTREGA.

É MAIS BARATO NA COOPERA

Comparativo de custos:
B1: Classe de consumo residencial
B3: Classe de consumo industrial e comercial de pequeno porte
A4: Classe de consumo industrial e comercial de grande porte

FATURA A4 HORO-SAZONAL COM TARIFA AZUL

Quantidade COOPERA CELESC COOPERALIANÇA CERSUL CERBRANORTE CERGAL CERMOFUL COOPERCOCAL
Demanda Ponta - kW 6.550,00 226.499,00 189.164,00 291.278,50 312.959,00 356.713,00 573.976,50 193.356,00 166.632,00
Demanda Fora Ponta - kW 6.670,00 90.311,80 84.375,50 112.923,10 107.453,70 111.055,50 186.826,70 71.969,30 62.164,40
Consumo Ponta - kWh 324.989,00 51.013,52 148,133,24 83.005,44 51.098,02 74.321,73 56.236,10 141.376,71 121.461,39
Consumo Fora Ponta - kWh 2.874.277,00 451.175,26 892.980,38 509.523,08 451.922,57 657.318,41 497.364,89 790.742,35 672.925,73
Total (em R$) 818.899,58 1.314.653,11 996.730,12 923.433,29 1.199.408,64 1.314.404,19 1.197.444,36 1.023.183,52
Economia 37,70% 17,83% 11,31% 31,72% 37,69% 31,60% 19,96%
Quanto paga a mais (em R$) 495.653,53 177.730,54 104.433,71 380.409,06 495.404,60 378.444,78 204.183,94

FATURA A4 HORO-SAZONAL COM TARIFA VERDE

Quantidade COOPERA CELESC COOPERALIANÇA CERSUL CERBRANORTE CERGAL CERMOFUL COOPERCOCAL
Demanda - kW 1.600,00 21.664,00 20.240,00 27.088,00 25.776,00 26.640,00 44.816,00 17.264,00 14.912,00
Consumo Ponta - kWh 1.191,00 1.178,07 1.377,14 1.588,57 1.556,32 1.832,45 2.716,80 1.374,90 1.183,65
Consumo Fora Ponta - kWh 390.298,00 61.265,08 121.257,78 69.188,13 61.366,55 89.257,25 67.537,17 107.374,88 91.376,57
Total (em R$) 84.107,14 142.874,92 97.864,69 88.698,87 117.729,70 115.069,97 126.013,79 107.472,22
Economia 41,13% 14,06% 5,18% 28,56% 26,91% 33,26% 21,74%
Quanto paga a mais (em R$) 58.767,78 13.757,55 4.591,73 33.622,56 30.962,83 41.906,64 23.365,08

FATURA B1 - RESIDENCIAL CONVENCIONAL

Quantidade COOPERA CELESC COOPERALIANÇA CERSUL CERBRANORTE CERGAL CERMOFUL COOPERCOCAL
Consumo - kWh 500,00 154,62 229,93 190,09 172,97 230,32 261,01 208,57 178,36
Total (em R$) 154,62 229,93 190,09 172,97 230,32 261,01 208,57 178,36
Economia 32,75% 18,66% 10,61% 32,87% 40,76% 25,86% 13,31%
Quanto paga a mais (em R$) 75,31 35,47 18,35 75,70 106,39 53,95 23,74

META DE
investimentos
para 2018:

em R$
  • Redes de distribuição
  • 4.000.700,00
  • Renovação de Frota
  • 990.700,00
  • Tecnologia da Informação
  • 77.000,00
total:
5.068.40,00

MÃO DE OBRA QUALIFICADA

1 Universidade +10 Faculdades
+ de 50 Cursos
diferentes
de graduação
com + de
13 mil alunos
+ de 2 mil
alunos de especialização
+ de 400
mestrandos
+ de 100
doutorandos

localização estratégica

ÁGUAS DE EXCELENTE QUALIDADE

ÁGUAS DE EXCELENTE QUALIDADE

O lago da Barragem do Rio São Bento resulta do represamento dos rios Serrinha e São Bento, que pertencem a Bacia Hidrográfica do Rio Araranguá.

Matas próximas do lago da barragem preservadas;

Água dos rios de classe 2: destinadas ao abastecimento para consumo humano após tratamento convencional;

A capacidade de reservação do lago é de 58.500.000m³, projetando um abastecimento para uma população de até 730.000 habitantes. Atualmente este manancial abastece os municípios de Criciúma, Forquilhinha, Nova Veneza, Maracajá, Siderópolis e zona urbana de Içara.

Incentivos do município

Os municípios se comprometem com:
INCENTIVOS ECONÔMICOS

• Construção ou pavimentação de acessos, pátios e estacionamento ao local destinado à implantação da empresa;

• Coparticipação nas linhas de transmissão de energia elétrica, da rede de água e telefônica;

• Coparticipação em programas de desenvolvimento de recursos humanos de interesse do Município;

• Outros estímulos necessários, de acordo com as necessidades das respectivas empresas avaliados pelos responsáveis de cada um dos municípios do poligonal.

INCENTIVOS FISCAIS

Isenção de tributos, isolados ou cumulativamente, podendo recair sobre:

• Taxas incidentes sobre a construção nova ou ampliada, após o deferimento da aprovação de projeto;

• Imposto Sobre a Propriedade Territorial e Predial Urbana – IPTU;

• Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) incidente sobre a construção ou ampliação, bem como das reformas ou demolições que se façam necessárias ao atendimento do projeto a ser empreendido;

• Taxa de Licença para Localização - TLL;

• Outros estímulos necessários, de acordo com as necessidades das respectivas empresas avaliados pelos responsáveis de cada um dos municípios do poligonal.

Comunicação do projeto

Estratégia de captação de empresas:

Fale conosco

Entre em contato com a Coopera através do formulário abaixo